Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Siemens recebe maior pedido mundial de sempre para energia eólica

 

A multinacional alemã Siemens anunciou no dia 16 de dezembro ter recebido a maior encomenda mundial de sempre para energia eólica, um pedido que engloba o fabrico de 448 turbinas eólicas com capacidade para 1.050 megawatts.

As turbinas terão uma potência nominal de 2,3 MW cada e diâmetro de rotor de 108 metros e devem ser instaladas em cinco projectos diferentes no Iowa, nos Estados Unidos.

Em comunicado, a Siemens explicou que as turbinas serão fornecidas à MidAmerican Energy, num negócio que será o maior de sempre da indústria eólica. Ainda que não tenha divulgado números, a Siemens explicou que ficará também responsável pelos serviços e manutenção das turbinas eólicas.

O Iowa é um dos estados norte-americanos que lideram na energia eólica. Em 2012, 24% do total de geração de energia, em todo o estado, veio por fontes eólicas. Por outro lado, a nova encomenda irá fornecer 660 mil casas com energia renovável, num projecto que estará completo em 2015.

Recorde-se que o estado do Iowa está também prestes a receber o seu maior parque solar, uma infra-estrutura que será instalada por uma cooperativa rural na comunidade de Frytown. A construção estará concluída em Março de 2014 e irá satisfazer 15% das necessidades energéticas das 600 pessoas da cidade.

A cidade de Barcelona está a testar um autocarro elétrico para incorporação na sua frota transporte rodoviário. Trata-se de uma medida de promoção da mobilidade sustentável que se enquadra na “«linha de futuro» das políticas para uma cidade inteligente que Barcelona já promoveu com a moto, a bicicleta e o automóvel elétrico”, avança o diário online lainformacion.com.

A fase de testes iniciou-se, no princípio de setembro, com a circulação sem passageiros, mas com uma carga equivalente. O transporte de passageiros deverá começar nas próximas semanas, sendo que esta segunda fase de provas durará dois anos, durante os quais a empresa Transports Metropolitans de Barcelona (TMB) alugará o veículo à BYD, o fabricante chinês, por cerca de 11.580 euros mensais.

O autocarro é de modelo K9 e está equipado com dois motores elétricos, de 90 kW cada, e com uma bateria de iões de lítio e núcleo de ferro de 325 kWh. Com um autonomia de 250 km, o K9 está apto a cumprir um dia de circulação – em que se percorrem uma média de 200 km num intervalo de 15 horas – após o que será necessário recarregar as baterias, um processo que demorará cerca de cinco horas.

Terminado o período do testes, a TMB poderá adquirir o veículo, que dispõe de uma capacidade de 80 passageiros (20 dos quais sentados) para o integrar, a título permanente, na sua frota.

O presidente da empresa que gere os transportes urbanos de Barcelona, segundo o qual Barcelona já possui a frota de autocarros “mais limpa” da Europa, referiu que é intenção da TMB incorporar mais veículos elétricos nos transportes rodoviários, embora isso dependa, em última instância, do sucesso dos testes em curso e do processo de renovação da frota de autocarros.



Fonteshttp://noticias.lainformacion.com e http://www.elperiodico.com

 

in: Naturlink

Foi posta à venda pela primeira vez no Reino Unido a TomTato, uma planta que produz, simultaneamente tomates e batatas. Resultado de enxertia e não de manipulação genética, esta planta apresenta-se como uma forma de produzir mais alimentos num espaço limitado, sendo publicitada como “uma horta num vaso” (“veg plot in a pot)”.

A TomTato é uma planta que resulta da combinação por enxertia do tomateiro Solanum lycopersicum, e da batateira Solanum tuberosum, e produz 500 tomates cherry na parte aérea e, na parte subterrânea, batatas próprias cozer, assar ou fritar. 

A ideia de associar as duas espécies que pertencem ao mesmo género numa mesma planta não é nova, mas é a primeira vez tal se consegue com taxas de sucesso suficientemente elevadas para tornar o produto comercializável. 

Segundo o diário britânico The Telegraph, cada planta TomTato, vendida pela empresa de produtos agrícolas Thompson & Morgan é criada artesanalmente, unindo os caules do tomateiro e da batateira. 

“As plantas começam por estar unidas por um gancho de plástico que acaba por cair à medida que crescem e depois são transferidas para um vaso de 9 cm e crescem normalmente”, explica Paul Hansord, diretor de horticultura da empresa que comercializa a TomTato, que revela que esta é produto de 15 anos de trabalho. 

“Foi muito difícil atingir a TomTato porque o caule do tomateiro e o da batateira têm de ter a mesma espessura para que o enxerto funcione – é uma operação delicada”. 

As plantas TomTato podem ser adquiridas online pelo preço unitário de 14,99 libras, tendo a Thompson & Morgan capacidade de produzir 34.000 unidades anualmente.

Assista um vídeo sobre as características da TomTato




Fonteshttp://www.telegraph.co.uk e http://www.thompson-morgan.com

 

in: Naturlink

O primeiro nevão no Egipto em 112 anos (com FOTOS)

 

Pela primeira vez em 112 anos, nevou no Egipto. Pode não ser a prova irrefutável que o clima está a mudar, mas é o suficiente para nos pôr a pensar no assunto.

A neve estendeu-se ao Médio Oriente, que teve os piores nevões em 60 anos e pintou de branco cidades como Jerusalém. Chamada Alexa, a tempestade levou as temperaturas para graus negativos e, infelizmente, resultou numa nova camada de miséria para os cerca de 2 milhões de refugiados sírios, de acordo com a Associated Press.

Em Jerusalém, a neve cobriu os carros e mandou abaixo linhas eléctricas – os jornais falam em 50 centímetros de neve.

As fotos da neve do fim-de-semana chegaram rapidamente às redes sociais.

 

Veja algumas delas aqui.

A maioria das fotos são de lugares ou coisas que a maioria de nós poderia facilmente identificar de imediato. 

As imagens ilustram o quanto uma mudança de perspetiva pode mudar. É importante notar também que alguns desses locais, como as Pirâmides de Gizé e os hotéis no Dubai, foram projetados com uma perspetiva aérea em mente. Os desenhos de alguns hotéis de Dubai só podem ser totalmente apreciados de cima, e alguns acreditam que as pirâmides de Gizé foram feitas para ser alinhadas com as estrelas.

Apesar de tirar fotografias a partir da perspetiva real de um pássaro ser possível, a maioria dos fotógrafos preferem tirar fotos como essas de balões de ar quente, helicópteros, planadores, ou estruturas muito altas. Algumas das fotografias também parecem ser tiradas a partir de altitudes que até mesmo os pássaros não poderião alcançar. 

Nada disso, no entanto, diminui a sua beleza épica. Para mais grandes exemplos de fotografia aérea, confira essas fotos por Kacper Kowalski e Klaus Leidorf . 

 

Terra-do-acima-32

 

Créditos de imagem: Judit Kovacs

1. Barcelona

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-1

 

Image credits: Aldas Kirvaitis

2. Central Park, New York City

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-2

 

Créditos de imagem:  Sergey Semenov

3. Labirinto em Longleat, Inglaterra

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-4

 

Créditos de imagem:  archive.4plebs.org

4. Cidade do México

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-5

 

Créditos de imagem:  Pablo Lopez Luz

5. Veneza

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-6

 

Créditos de imagem:  Yann Arthus Bertrand

6. Amsterdão

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-7

 

Créditos de imagem: desconhecidos

7. Pirâmides de Gizé, no Egito

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-25

 

Créditos de imagem:  satimagingcorp.com

8. Niagara Falls, EUA

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-8

 

Créditos de imagem:  thezooom.com

10. Chicago

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-10

 

Créditos de imagem:   Robert Elves

11. Campos de tulipas na Holanda

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-11

 

Créditos de imagem:  Normann Szkop

12. Berna

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-12

 

Créditos de imagem:  imgur.com

13. Mangais na Nova Caledónia

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-13

 

Créditos de imagem:  Yann Arthus Bertrand

14. Dubai

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-3

 

Créditos de imagem: desconhecidos

15. Dubrovnik

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-14

 

Créditos de imagem:  Michaelphillipr

9. Deserto da Namibia

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-9

 

Créditos de imagem:  SysaWorld Roberto Moiola

16. Paris

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-15

 

Créditos de imagem:  imgur.com

17. Meskendir Valley, Turquia

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-16

 

Créditos de imagem:  Beng Lieu Canção

18. Xangai

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-17

 

Créditos de imagem:  imgur.com

19. Cidade do Cabo

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-18

 

Créditos de imagem:  imgur.com

20. Moscovo

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-19

 

Créditos de imagem:  imgur.com

21. Atenas

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-20

 

Créditos de imagem:  imgur.com

22. Vancouver

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-21

 

Créditos de imagem:  Evan Leeson

23. Male, Maldivas

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-22

 

Créditos de imagem:   Mohamed Abdulla Shafeeg

24. Seattle

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-23

 

Image credits: thatcherphotography.com

25. Cidade do Vaticano

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-31

 

Créditos de imagem:  Randy P

26. Bac Son Valley, Vietnam

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-26

 

Créditos de imagem:  Hai Thinh

27. Marina Bay, Dubai

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-27

 

Créditos de imagem:  airpano.com

28. Rio de Janeiro

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-28

 

Créditos de imagem:  Antonello

29. Terraços de campos de arroz, China

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-29

 

Créditos de imagem:  Thierry Bornier

30. Um lago na Pomerânia, Polônia

 

birds-eye-view-aerial-fotografia-30

 

Créditos de imagem:  Kacper Kowalski

 

O estudo do Instituto Francês de Estudos Demográficos estima também que, em meados do século, a população da Ásia chegará aos 5,3 mil milhões de pessoas, a África albergará 2,5 mil milhões de seres humanos – o equivalente a ¼ da população mundial – e que as Américas atingirão os 1,2 mil milhões de habitantes. Atualmente, o planeta é habitado por 7,1 mil milhões de pessoas.

Outras estimativas populacionais para 2050 são apresentadas na notícia “World Population to reach 9,7 billion by 2050 new study predicts”
, do The Telegraph


in:Naturlink

Galesnjak, a ilha em forma de coração (com FOTOS)

 

Em 2009, um utilizador do Google Earth percebeu que a ilha de Galesnjak, na Croácia, tinha a forma de um coração. A descoberta rapidamente ultrapassou fronteiras e tornou-se num fenómeno viral.

Situada na costa croata do Adriático – e inabitada -, a ilha começou rapidamente a ser conhecida como a Ilha do Amor – e nem o recente corte de árvores diminuiu o interesse do público por Galesnjak. Interesse que se reacendeu quando, na imagem de satélite actualizada, se percebeu que a ilha perdeu algumas árvores. Segundo o proprietário da ilha, Tonci Juresko, o corte tem como objectivo a plantação de  oliveiras na ilha. “Vou plantar oliveiras, a ilha vai ficar ainda mais bonita”, explicou Juresko ao site Jutarnji List.

Serão plantadas 250 novas árvores e o embarcadouro, construído há 80 anos pelo avô de Tonci, será restaurado.

O proprietário de Galesnjak admitiu também já ter recusado, “várias vezes”, realização de casamentos na ilha, uma vez que esta não tem condições para receber eventos: trata-se de uma ilha rochosa, de difícil acesso.

“Tenho a certeza que ainda iremos receber um casamento na ilha. Tentámos organizar um passeio de Dia dos Namorados, mas é apenas um dia por ano, não seria muito rentável”, explicou. Há quem diga que este corte de árvores tem como objectivo tornar a ilha mais “visitável”, proporcionando a Tonci a aposta nos casamentos e turismo.

A ilha é um dos raros fenómenos objectos naturais em forma de coração do mundo, tendo a sua curiosa geografia sido descoberta no século XIX, pelo cartógrafo de Napoleão, Charles-François Beautemps-Beaupré.