Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

As águas congeladas do Lago Michigan fazem fronteira com a cidade coberta de neve de Chicago, Illinois, EUA, durante o vórtice polar que ocorreu em janeiro de 2019. Chicago terminou em janeiro com 13 dias consecutivos de neve e algumas de suas temperaturas mais frias em mais de três décadas. Fonte da imagem: ESA
  Pestanas congeladas e termómetros partidos devido aos - 62 graus celsius na localidade mais fria do mundo. Anastasia Gruzdeva mostra as pestanas congeladas pelo frio na região de Yakutia, na Rússia Instagram/AnastasiaGruzdeva   Fotos de cílios congelados, ruas com vários metros de neve e termómetros partidos estão a inundar as redes sociais devido a uma frente fria que está a atingir Yakutia, na Sibéria, uma região russa onde os estudantes estão habituados a ir à escola (...)
O vilarejo de Oymyakon é o lugar habitado mais frio do mundo. O pequeno vilarejo de pouco mais de 470 habitantes está localizado na Sibéria (Rússia) a 750 metros de altitude e já registrou a temperatura de 71,2° graus NEGATIVOS em janeiro de 1926. O lugar já foi um ponto de parada para pastores entre as décadas de 20 e 30, até transformar-se em uma pequena vila durante o governo soviético.A única escola da região é fechada quando a temperatura ultrapassa os 52° graus (...)
As vagas de frio têm-se multiplicado um pouco por todo o hemisfério norte, nas últimas semanas. O último país a ser atingido foi a Noruega que, no último fim-de-semana, enfrentou temperaturas mais baixas que o normal. As temperaturas diminuíram o suficiente para congelar um cardume de arenques na costa de Lovund. Segundo Aril Slotte, especialista em peixes pelágicos do Instituto de Investigação Marina da Noruega, os animais terão sido encaminhados para águas menos profundas (...)